ESTUDANTE INTERNACIONAL

Informações úteis

 

Perguntas Frequentes

 

1. Sou Brasileiro e fiz o ENEM. De que forma são considerados os resultados do ENEM?

À semelhança do que acontece com os estudantes portugueses, para frequentar o IPP os estudantes brasileiros têm que fazer prova de que possuem os conhecimentos necessários ao ingresso no curso que pretendem. Essa prova é feita através dos resultados que obtêm nas áreas de conhecimento do ENEM que melhor correspondam às da prova ou provas exigidas aos estudantes portugueses, com a aplicação de ponderações. Assim, por exemplo, em relação a um estudante brasileiro que pretenda ingressar no curso de Jornalismo e Comunicação é considerada a classificação obtida na componente de Ciências Humanas e suas Tecnologias (40%)*, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (20%)*, Redação (20%)*, Resultado do ENEM (20%)*; já um outro estudante que pretenda ingressar no curso de Enfermagem Veterinária verá ser considerada a classificação obtida nas componentes de Ciências da Natureza e suas Tecnologias (50%)*, Matemática e suas Tecnologias (20%)*, Resultado do ENEM (30%)*.
* Informação não vinculativa, apenas a título de exemplo; não dispensa a consulta do Edital relativo à candidatura para o ano em causa.

 

2. Qual a validade temporal dos resultados do ENEM para apresentação de candidatura?

O IPP considera os resultados do ENEM obtidos no ano imediatamente anterior à candidatura e nos dois anos anteriores.

 

3. Quanto tenho que pagar para frequentar o IPP?

Os custos podem ser divididos em três componentes:

  • Custos de frequência. A anuidade (propina) para estudantes de língua portuguesa é de 1.000 Euros – para estudantes de outros países é 2.000 Euros.
  • Alojamento e alimentação. O alojamento poderá custar entre 60 e 110 Euros por mês, consoante a tipologia do alojamento. Uma refeição numa das cantinas tem o custo de 2,50 Euros. O estudante pode optar por um pack alojamento e alimentação, assim obtendo um desconto de 20% ou de 10% no total de alojamento e alimentação, conforme opte por um Pack Eat&Sleepou um Pack Light Eat&Sleep. Se optar por arrendar um quarto em casa particular, o custo será de cerca de 130 Euros/mês.
  • Transportes e Subsistência. Bilhete simples em ónibus urbano - 1,40 Euros; Passe estudante (1 mês) em ónibus urbano - 15 Euros. Outras despesas de subsistência mensais – 100 Euros

Total estimado de custos mensais: 250 Euros, incluindo o valor da anuidade + a subscrição de um Pack Eat&Sleep + outras despesas.

 

4. O diploma de graduação que vou obter no IPP é reconhecido no Brasil?

O processo de reconhecimento de diplomas obtidos em Portugal por estudantes brasileiros está regulamentado em acordos entre os dois países.

O Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta entre Portugal e o Brasil, de 14 de Dezembro de 2000, assegura a revalidação (reconhecimento) de diplomas académicos entre os dois países nos seguintes termos:

  • Artigo 39 - 1. Os graus e títulos acadêmicos de ensino superior concedidos por estabelecimentos para tal habilitados por uma das Partes Contratantes em favor de nacionais de qualquer delas serão reconhecidos pela outra Parte Contratante, desde que certificados por documentos devidamente legalizados. 2. Para efeitos do disposto no Artigo anterior, consideram-se graus e títulos acadêmicos os que sancionam uma formação de nível pós-secundário com uma duração mínima de três anos.
  • Artigo 40 - A competência para conceder o reconhecimento de um grau ou título acadêmico pertence, no Brasil às Universidades e em Portugal às Universidades e demais instituições de ensino superior, a quem couber atribuir o grau ou título acadêmico correspondente.
  • Artigo 41 - O reconhecimento será sempre concedido, a menos que se demonstre, fundamentadamente, que há diferença substancial entre os conhecimentos e as aptidões atestados pelo grau ou título em questão, relativamente ao grau ou título correspondente no país em que o reconhecimento é requerido.
  • Nos termos deste tratado, um estudante brasileiro, depois de obtido o seu diploma numa instituição de ensino superior em Portugal, deve solicitar o seu reconhecimento numa universidade brasileira.

Em 20 de Março de 2013 foi assinado um acordo interuniversitário entre Portugal e o Brasil para agilizar o reconhecimento de graus e estão em curso procedimentos para tornar o processo mais rápido.

Outras iniciativas de nível legislativo estão em curso no Brasil para tornar simples e rápido o reconhecimento de diplomas de conceituadas instituições.

Para saber mais informações sobre revalidação de diplomas e os procedimentos necessários, os estudantes deverão consultar o portal Carolina Bori do Ministério da Educação do Brasil, disponível em http://carolinabori.mec.gov.br ou o portal http://portal.mec.gov.br/revalidacao-de-diplomas

 

5. Posso trabalhar em Portugal enquanto estiver a estudar?

Em princípio, só poderá trabalhar se tiver um visto adequado. Deve informar-se junto do Consulado de Portugal mais próximo

 

6. Quem posso contactar para esclarecimentos?

Contactos:
servicos.academicos@ipportalegre.pt
gri@ipportalegre.pt
https://www.facebook.com/REC.IPP
https://www.facebook.com/politecnicodeportalegre/

 


Voltar a: Informações úteis