PROTOCOLOS E PARCERIAS

Parcerias com Instituições de Ensino Superior

 

Protocolo de cooperação entre a Bialystok University of Technology (Polónia) e o IPP 
Objetivos: mobilidade de estudantes, docentes e não docentes; colaboração na investigação, desenvolvimento e cooperação científica.

Protocolo de colaboração entre o IPP e a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa 
Finalidade: promover a cooperação entre as duas instituições, com o objetivo de realizar, conjuntamente, atividades de natureza académica, científica, técnica, pedagógica e cultural, em áreas de interesse comum.


Acordo de cooperação entre a Universidade Federal de Minas Gerais (Brasil) e o IPP 
As duas instituições concordaram na implementação de uma política sistemática e consistente nos domínios da mobilidade e da investigação, tendo em vista a execução de ações de mobilidade de estudantes, docentes e pessoal técnico; investigação, desenvolvimento e cooperação científica.

Protocolo de cooperação entre o IPP e a Universidade Aberta 
Domínios principais de cooperação: prestação de serviço docente e cooperação em investigação; constituição de Júris para provas académicas e ensino pós-graduado avançado.

Protocolo de colaboração entre IP Bragança, IP Castelo Branco, IP Portalegre, IP Viana do Castelo e IP Viseu 
Tem como objetivo a cooperação interinstitucional dos outorgantes, com vista à realização em associação dos cursos de Mestrado em Enfermagem Veterinária em Animais de Companhia e de Mestrado em Meios Complementares de Diagnóstico em Enfermagem Veterinária.

Protocolo específico de colaboração entre Instituto Politécnico de Beja, Instituto Politécnico de Portalegre e Universidade de Évora 
Acordo com vista ao aproveitamento dos recursos científicos e humanos, num quadro de articulação regional entre estas três instituições de ensino superior.


Acordo de cooperação entre Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (Brasil) e Instituto Politécnico de Portalegre 
Visa a execução de ações nos domínios: da mobilidade de estudantes, docentes e pessoal técnico e da investigação, desenvolvimento e cooperação científica. 

Acordo de cooperação entre Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro e Instituto Politécnico de Portalegre
Visa a execução de ações nos domínios: da mobilidade de estudantes, docentes e pessoal técnico e da investigação, desenvolvimento e cooperação científica. 

Protocolo de cooperação entre o Instituto Politécnico de Tomar e o Instituto Politécnico de Portalegre 
Visa concretizar os termos em que se realiza a colaboração no âmbito do ciclo de estudos conferente de grau de mestre em Reabilitação Urbana, 1ª edição – 2011/2013, a ter lugar na ESTG do IPP. 

Convénio de cooperação científica entre o Programa de Pós-Graduação em Letras: Estudos Literários da Universidade Federal de Juiz de Fora (Brasil) e o Instituto Politécnico de Portalegre 
O protocolo visa formalizar a cooperação científica e proporcionar intercâmbios entre os parceiros (Programa de Pós-Graduação em Letras: Estudos Literários, da Universidade Federal de Juiz de Fora (Brasil) e Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Portalegre, muito particularmente no domínio das Ciências Sociais e Humanas, Literatura e Cultura, por parte da ESE. 

Acordo de cooperação entre o CCISP (Portugal) e o CONIF (Brasil)
A cooperação compreende iniciativas como: intercâmbio e admissão de estudantes em todas as modalidades oferecidas pelas instituições; projectos conjuntos de pesquisa; parcerias institucionais; seminários e workshopsconjuntos. 

Protocolo de cooperação científica entre Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e Instituto Politécnico de Portalegre
Objectivo: Desenvolver e alargar a cooperação científica, a investigação e a formação académica através dos centros de investigação e departamentos integrados em ambas as instituições. 

Acordo de cooperação entre a Universidade Estadual de Campinas (Brasil) e o IPPortalegre
Objectivos: estabelecer e consolidar relações institucionais, sobretudo nos domínios da mobilidade e da investigação.

Convénios com a Universidad de Extremadura 
O presente acordo tem como objectivo a colaboração no campo da docência, da investigação e da difusão de cultura.

Este acordo visa a cooperação com vista ao desenvolvimento do projecto do Campus de Excelência Internacional em Gestão Eficiente de Recursos Hidronaturais, HIDRANATURA.
 

Convénio entre a Universidade de Évora, o Instituto Politécnico de Beja, o Instituto Politécnico de Portalegre e o Instituto Politécnico de Setúbal 
As quatro instituições “decidiram criar, entre si, uma rede regional de ensino superior, com carácter consultivo e num espírito de mútua e leal cooperação”.

Protocolo de Cooperação entre o Exército Português (Escola do Serviço de Saúde Militar) e o IPP
O protocolo tem como objecto a articulação e colaboração entre as duas instituições, no âmbito da formação inicial em Enfermagem Veterinária. 

Protocolo de colaboração entre o Instituto Politécnico do Porto e o Instituto Politécnico de Portalegre
Objectivo: estabelecer a cooperação do corpo docente, de ambas as instituições, na leccionação de unidades curriculares dos cursos de 1º e 2º ciclos, em funcionamento.

Protocolo de cooperação entre a Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa e a Escola Superior de Saúde de Portalegre
Este protocolo tem como objectivo a criação do curso de Higiene Oral na Escola Superior de Saúde, em parceria com a FMDUL, que assegurará o apoio científico e pedagógico na formação específica dos docentes da ESS, bem como a partilha de recursos, de forma a garantir a sustentabilidade do curso. 

Protocolo entre o Instituto Politécnico de Portalegre e a Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Objectivo:
 disponibilizar ofertas formativas de 2º e 3º ciclos, nas instalações do IPP, sob responsabilidade científica e pedagógica da Universidade Lusófona. 

Protocolo entre a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e o Instituto Politécnico de Portalegre
Principal benefício: Os docentes do IPP, que pretendem doutorar-se pela FCT/UNL, ficarão isentos do pagamento de qualquer propina devida, quer no acto de inscrição, quer posteriormente.

Protocolo de Cooperação entre a Universidade Eduardo Mondlane (Moçambique) e o Instituto Politécnico de Portalegre
Objectivo: Desenvolver relações de cooperação do domínio do Ensino Superior Politécnico e da Investigação Científica e Tecnológica. 

Protocolo entre a Universidade Lusíada – Fundação Minerva e o Instituto Politécnico de Portalegre 
Objectivos: Entre outros, prevê que se deverão encontrar formas de cooperação, entre as duas instituições, nomeadamente ao nível de oferta de pós-graduações conferentes dos graus de Mestre e de Doutor.

Protocolo de Cooperação entre a Fundação das Universidades Portuguesas e o IPP 
Objectivo: O Instituto Politécnico de Portalegre compromete-se, no âmbito das suas possibilidades, a colaborar, através dos seus docentes, em actividades de docência na Universidade de Timor-Leste.

Protocolo entre o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos e o Instituto Politécnico de Macau 
É objeto do presente protocolo o estabelecimento de mecanismos de intercâmbio académico, científico e técnico, através da organização de estudos e trabalhos de investigação a desenvolver em parceria, colaboração em atividades científicas e técnicas, bem como na obtenção do reconhecimento de estudos e equivalências, por cada Parte, de graus e diplomas obtidos na outra Parte, para fins académicos, no cumprimento do Acordo de Cooperação na Área de Educação e Cultura entre a República Portuguesa e a Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China, assinado em 29 de junho de 2001. 

Protocolo entre a Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto e a Escola Superior de Educação de Portalegre 
Objectivo: Criar as condições para uma colaboração institucional entre a FPCE e a ESEP, tendo em vista o funcionamento de cursos de estudos pós-graduados na ESEP, nomeadamente mestrados em Ciências da Educação – designadamente na área de especialização em Educação, Desenvolvimento Local e Mudança Social – sob responsabilidade científica da FPCE.

Protocolo de colaboração entre o Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa e o IPP 
A colaboração dever-se-á desenvolver em áreas da ciência e campos temáticos comuns às duas instituições, nas quais se verifique vantagem no estabelecimento de relações de cooperação que permitam uma conjugação de ações veiculadas, nomeadamente, de entre outras: atividades de ensino; projetos de investigação; estágios científicos e técnicos; acesso às bibliotecas das duas instituições, nas situações e para os efeitos previamente acordados; serviços prestados à comunidade; intercooperação nos serviços universitários, nas situações e para os efeitos previamente acordados. 

Protocolo de cooperação entre o Instituto Politécnico de Coimbra e o IPP 
Abrange ações nos domínios do ensino, da investigação e da prestação de serviços, específica e previamente acordadas entre as duas instituições. 

Convénio de colaboração entre a Universidad de Córdoba (Espanha) e o IPP 
As instituições envolvidas no convénio acordam: formação e intercâmbio de pessoal; projetos de investigação e desenvolvimento tecnológico; formação ao nível de mestrado e doutoramento; projetos de cursos e atividades de pós-graduação; estudos sobre gestão institucional em áreas de interesse; edição e publicação de temas de interesse comum; consultorias interinstitucionais; programas de avaliação de alunos; intercâmbio de documentação e informação; formação de redes temáticas; projetos de desenvolvimento para comunidades de influência com tecnologia do processo/produto onde as instituições contem com experiência prévia. 

Protocolo de cooperação entre a Universidade da Beira Interior e o IPP 
A cooperação entre as duas instituições tem por objetivos: a colaboração na organização e implementação de cursos de pós-graduação que sejam de interesse recíproco e em condições a acordar caso a caso; a organização conjunta de ações de formação, nomeadamente através de seminários, colóquios, conferências, estágios e visitas programadas; o aproveitamento das disponibilidades e potencialidades de ambas as instituições, designadamente ao nível das estruturas de execução e apoio à I&D e dos recursos humanos, para a organização e fomento de trabalhos de investigação e de divulgação de interesse comum, entre outros. 

Rede de Escolas Superiores Agrárias do Ensino Politécnico (RESAP)
Entidades: Institutos Politécnicos de Bragança, Beja, Castelo Branco, Coimbra, Santarém, Portalegre, Viana do Castelo e Viseu e as Escolas Superiores Agrárias neles integradas.
Objectivo: Articular entre si a oferta formativa.

Politécnica – Associação de Institutos Politécnicos do Centro 
Entidades: Instituto Politécnico de Castelo Branco; Instituto Politécnico de Coimbra; Instituto Politécnico de Viseu; Instituto Politécnico da Guarda; Instituto Politécnico de Portalegre; Instituto Politécnico de Tomar; Instituto Politécnico de Leiria.
Objectivo: Actividade de projectos comuns a dois ou mais associados, no âmbito do ensino, da investigação, da prestação de serviços, cooperação internacional, candidatura a programas financiados pela União Europeia ou quaisquer outras entidades nacionais ou estrangeiras.

 


Consulte também:

Acordos de Colaboração

Benefícios para a comunidade do Politécnico de Portalegre